G7 exige a Rússia que pare de 'solapar os sistemas democráticos'

Os líderes do Grupo dos Sete (G7) pediram neste sábado a Rússia que pare o que consideram tentativas de solapar a democracia e fecharam a porta à sua readmissão no clube.

Após rejeitar uma proposta do presidente americano, Donald Trump, de voltar a integrar a Rússia ao G7, a cúpula do grupo apoiou a acusação britânica de que Moscou esteve por trás de um ataque com veneno a um de seus próprios espiões no sudoeste da Inglaterra.

"Pedimos à Rússia que cesse seu comportamento desestabilizador, enfraquecimento dos sistemas democráticos e apoio ao regime sírio", diz a declaração final da cúpula.

O documento pediu também ao Irã que seu programa nuclear não se afaste dos "fins pacíficos" e condenou Teerã por seu suposto apoio "ao terrorismo".

oc/is/gm/cd/db