Rússia construirá quatro reatores nucleares na China

Rússia e China assinaram vários acordos nucleares que incluem a construção na China de quatro reatores por parte do conglomerado público russo Rosatom, anunciou o grupo nesta sexta-feira.

"São os contratos mais importantes da história em termos de pacto nuclear entre os dois países", afirma o comunicado da Rosatom, sem dar maiores detalhes.

Os acordos foram assinados durante a visita oficial do presidente russo Vladimir Putin a Pequim e preveem a construção de quatro reatores do Gen 3+ VVER-1200 com uma capacidade de 1.200 megavatts cada um.

Dois serão instalados na central nuclear de Tianwan e os outros dois na de Xudabao, ainda em construção.

apo/pop/pc/ra/cn