Europeus se opõem unanimemente ao retorno da Rússia ao G7

França, Itália, Alemanha e Grã-Bretanha, os quatro países europeus do G7, concordaram nesta sexta-feira em negar o retorno da Rússia ao grupo, conforme proposto pelos Estados Unidos, disse a presidência francesa.

Emmanuel Macron, Angela Merkel, Theresa May e Giuseppe Conte, reunidos antes do início da cúpula do G7 no Canadá, concordaram que "a posição europeia é de negar o retorno da Rússia", embora considerem "a possibilidade de estabelecer um diálogo", em uma concessão feita a Roma, de acordo com os conselheiros de Macron.

Conte, que participa de sua primeira cúpula do grupo, já havia expressado seu apoio à ideia de Trump de reincorporar a Rússia ao grupo do qual foi expulso em 2014 após ter anexado a península ucraniana da Crimeia.

leb/aue/ja/gm/mr