'Era meu amor', declara atriz italiana sobre Anthony Bourdain

A atriz, diretora e ativista italiana Asia Argento usou sua conta no Twitter para lamentar a morte do chef e apresentador norte-americano Anthony Bourdain, com quem teve um relacionamento. 

"Anthony deu tudo de si em tudo o que fez. Seu espírito brilhante e sem medo tocou e inspirou muitas pessoas, e sua generosidade não conhecia limites. Ele era meu amor, minha rocha, meu protetor. Estou mais do que devastada. Meus pensamentos estão com sua família. Peço para respeitarem sua privacidade e a minha", escreveu. 

Não está claro se Bourdain e Argento, maior ícone na Itália dos movimentos contra a violência sexual, ainda namoravam. O tabloide britânico "Daily Mail" diz que a atriz foi vista passeando de mãos dadas recentemente com um jornalista francês. 

No entanto, ela trabalhava com o chef e dirigiu um dos episódios de sua série na "CNN", em Hong Kong. Em novembro passado, Bourdain chegou a chamar o ator Alec Baldwin de "imbecil" por ter criticado o ativismo antiabusos de Argento. 

A italiana diz ter sido estuprada pelo ex-produtor de Hollywood Harvey Weinstein durante uma das edições do Festival de Cannes. Em seu perfil no Instagram, o chef publicara uma foto com Argento no último dia 5 de junho, durante uma gravação em Hong Kong.