Presidente catalão forma governo sem políticos presos ou exilados

O novo presidente da Catalunha, Quim Torra, formou um governo que não inclui nenhum político separatista preso, que tenha fugido do país ou seja perseguido pela Justiça, informou um comunicado oficial.

Torra "assinou um novo decreto de nomeações para formar um governo na Catalunha", anunciou o comunicado oficial. O texto não inclui nenhuma personalidade perseguida pela Justiça.

Em sua tentativa anterior, Torra havia incluído dois ex-conselheiros separatistas que estão na prisão e outros dois que se encontram na Bélgica.

"Os conselheiros presos e exilados enviaram ao presidente da Generalitat uma mensagem em que expressam sua vontade de confiar nele e pedem que as instituições catalãs voltem a se colocar à serviço do povo da Catalunha o quanto antes", explica o texto.

O governo regional catalão se encontra sob tutela do Executivo em Madri desde a tentativa fracassada de independência de 27 de outubro.

A nomeação de quatro conselheiros com problemas com a justiça espanhola foi considerado uma "provocação" pelo governo conservador de Mariano Rajoy, que decidiu não publicar os nomes de nenhum conselheiro no diário oficial, o que na prática impedia a formação do Executivo regional catalão.

lbx/mg/fjb/jz/gm/cc/mvv