Daimler sob suspeita de manipular motores a diesel

O governo alemão pediu explicações a Daimler, matriz da Mercedes, suspeita de ter equipado alguns de seus modelos a diesel com um software capaz de manipular os níveis de emissões, como fez a também alemã Volkswagen.

A Agência Federal dos Automóveis (KBA) ordenou na semana passada a retirada do mercado de quase 5.000 Mercedes Vito, alegando ter detectado o software, o que Daimler nega.

"Vamos começar uma investigação profunda sobre os complexos temas técnicos, para identificar o número de veículos envolvidos", declarou o ministro dos Transportes, Andreas Scheuer, após um encontro com o presidente executivo da Daimler, Dieter Zetsche.

ys/cfe/cac/gh/acc/fp