BeIN pede à Fifa uma ação contra a "pirataria" da Arábia Saudita por direitos da Copa do Mundo

O grupo beIN Media, com sede no Catar, pediu nesta segunda-feira à Fifa que adote medidas legais contundentes contra a Arabsat, operadora da qual a Arábia Saudita é a principal acionista, pela "pirataria" de seus programas, a poucas semanas da Copa do Mundo da Rússia.

"Pedimos à Fifa que adote uma ação legal direta contra a Arabsat, já que as indicações que temos mostram que está por trás disso", declarou à AFP Sophie Jordan, diretora jurídica do grupo beIN Media.

dh/ras/gk/iga/zm/fp