Polícia neutraliza homem armado em campo de golfe da Trump Organization

A Polícia da Flórida baleou um homem armado que abriu fogo no hall de entrada de um campo de golfe, de propriedade da Trump Organization, perto de Miami, e gritou contra o presidente dos Estados Unidos - informaram autoridades americanas nesta sexta-feira (18).

As Polícias de Doral e de Miami-Dade responderam aos relatos de tiros no resort de golfe Trump National Doral nas primeiras horas da manhã.

"O cara entrou, sacou uma bandeira na parte de trás do resort e a levou ao hall de entrada, abrindo-a na recepção. Ele começou a gritar palavras anti-Trump", indicou o chefe da Polícia de Miami-Dade, Juan Perez, em coletiva de imprensa.

Perez indicou que o agressor, um morador de 42 anos de Doral, disparou contra o teto do hotel. Acredita-se que "ele tentou visar nossos policiais (em) algum tipo de emboscada".

Os agentes responderam, abrindo fogo contra o homem, que recebeu "vários tiros nas pernas", relatou Perez.

O sujeito "está estável em um dos nossos hospitais locais", acrescentou.

Um policial sofreu uma fratura em um braço, "produto de uma queda durante o confronto", disse o chefe de Polícia.

O prefeito de Doral, Juan Carlos Bermudez, disse que nem os funcionários nem os hóspedes do hotel foram feridos.

Eric Trump - filho do presidente Donald Trump e vice-presidente executivo da Trump Organization - se manifestou no Twitter: "Um grande obrigado aos incríveis homens e mulheres" dos dois departamentos de Polícia.

"Somos muito gratos a vocês", completou.

ska-wd/sst/val/dga/mr/tt