Japão diz à OMC que pode retaliar EUA por tarifas ao aço

O governo japonês informou à Organização Mundial do Comércio (OMC), nesta sexta-feira (18), que está disposto a adotar medidas de represália, após a decisão dos Estados Unidos de sobretaxar as importações de aço e de alumínio.

O Japão considera que tem "o direito" de aplicar impostos aduaneiros às mercadorias americanas por um montante de 50 bilhões de ienes (cerca de 340 milhões de dólares), o que equivale ao impacto das tarifas aprovadas pelo governo americano, indicou um comunicado do Ministério das Relações Exteriores.

si-anb/sg/jz/eg/tt