"Jamais desistirei da seleção", diz Paolo Guerrero

O atacante Paolo Guerrero garantiu nesta sexta-feira que não vai desistir de defender a seleção do Peru, após ver a suspensão de 14 meses por doping imposta pela Corte Arbitral do Esporte (CAS) o tirar da Copa do Mundo.

"Eu jamais desistiria da possibilidade de representar meu país", disse Guerrero em sua contra no Facebook. "Acabo de ver um notícia falsa em rumores no Globo Esporte. Eu quero jogar pela minha seleção. Estou com minha seleção até a morte", disse o atacante do Flamengo.

A equipe carioca suspendeu o contrato do atacante depois da suspensão do CAS, informação confirmada pela AFP após contato com a assessoria de imprensa do clube.

O maior artilheiro da seleção peruana desmentiu a informação e garantiu que "continuará pelo caminho da verdade demonstrando minha inocência".

O capitão da seleção deu "positivo" pelo metabólito da cocaína benzoilecgonina, substância incluída na lista de proibições da Agência Mundial Antidoping (AMA), após teste realizado em 5 de outubro ao final da partida das Eliminatórias da Copa contra a Argentina.

rc/ol/fa