Bispos chilenos põem cargos à disposição do papa

Os bispos chilenos puseram seus cargos à disposição do papa Francisco, depois dos escândalos de abuso sexual cometidos por religiosos em seu país - anunciaram nesta sexta-feira (18), em Roma, os porta-vozes da Conferência Episcopal do Chile, Fernando Ramos e Ignacio González.

Em uma declaração lida pelos porta-vozes à imprensa, os 34 bispos convocados pelo papa no Vaticano para prestar conta sobre os escândalos anunciaram que "todos" puseram suas "acusações nas mãos do Santo Padre para que livremente decida em relação a cada um".

kv/acc/tt