Libertados dois detidos na França por atentados na Catalunha

Dois homens detidos pelas autoridades francesas por vínculos com um suspeito relacionado com os atentados jihadistas de 2017 na Catalunha foram postos em liberdade nesta quarta-feira (16), informaram fontes judiciais.

Diante da "ausência de elementos incriminatórios", ambos foram postos em liberdade e sem acusações, explicaram as fontes.

Os dois foram detidos no sudoeste da França por seus vínculos com um suspeito que, por sua vez, estava vinculado a Driss Oukabir, suposto membro da célula responsável pelos atentados em Barcelona e Cambrils, reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico, que deixaram 16 mortos e mais de 120 feridos nos dias 17 e 18 de agosto de 2017.

Os documentos de identidade de Driss Oukabir, um marroquino detido pela Justiça espanhola, serviram para alugar a caminhonete usada no ataque na capital catalã.

sde/epe/thm/jz/mvv