Presidente da Turquia acusa Israel de "terrorismo de Estado" e "genocídio"

O presidente da Turquia Recep Tayyip Erdogan acusou nesta segunda-feira Israel de realizar "terrorismo de Estado" e "genocídio" depois que 55 palestinos morreram pelos disparos de soldados israelenses na fronteira com Gaza.

"Israel está gerando terrorismo de Estado. Israel é um estado terrorista", disse Erdogan aos estudantes turcos em Londres, em um discurso transmitido pela televisão estatal. "O que Israel tem feito é genocídio. Condeno este drama humanitário, o genocídio, venha de onde vier, de Israel ou dos Estados Unidos", acrescentou.

sjw/dl/pb/cc