Trump considera libertação de detidos um 'gesto de boa vontade' de Pyongyang

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comemorou nesta quarta-feira a decisão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, de libertar três presos americanos, considerando um "gesto de boa vontade", segundo um comunicado da Casa Branca.

"Os três americanos parecem estar bem de saúde e todos puderam embarcar no avião sem ajuda", indicou Sarah Sanders, porta-voz do governo americano.

"Todos os americanos esperam dar boas-vindas e vê-los reunidos com seus entes queridos", acrescentou.

As autoridades norte-coreanas entregaram a Kim Dong-chul, Kim Sang-duk e Kim Hak-song ao secretário de Estado americano, Mike Pompeo, que viajou a Pyongyang em meio aos preparativos da próxima cúpula entre Trump e Kim.

"O presidente Trump aprecia a atitude do líder Kim Jong Un de libertar esses cidadãos americanos, e o vê como um gesto positivo de boa vontade", acrescentou Sanders.

jca/ec/jm/lda/dga/mr