Southwest desvia voo devido a janela quebrada

Um avião de passageiros da Southwest Airlines que voava de Chicago a Newark teve que desviar de sua rota nesta quarta-feira (2), devido a um defeito em uma janela, duas semanas depois de um acidente com uma turbina soltar uma janela de um Boeing 737 da mesma companhia aérea.

A empresa afirmou à AFP quer a tripulação desviou o avião para o aeroporto internacional de Cleveland-Hopkins para submetê-lo a "uma revisão de manutenção de uma das diversas capas das janelas". A Southwest informou que a aeronave aterrizou "sem problemas".

O voo 957 "manteve a pressurização" e os 76 passageiros seguiram para Newark em outro avião da Southwest Airlines, explicou a companhia em um comunicado.

Em 17 de abril, estilhaços da explosão de um motor de outro Boeing 737-700 da Southwest, que fazia o trajeto Nova York-Dallas, quebraram uma janela da aeronave, sugando parcialmente uma passageira de 43 anos de idade, que morreu pouco depois.

A comandante Tammien Jo Shults conseguiu aterrizar o avião, o que lhe rendeu elogios do presidente americano, Donald Trump - ele afirmou nesta terça-feira na Casa Branca que ela fez um "trabalho incrível".

A Administração Federal da Aviação ordenou a inspeção de emergência dos motores de aviões parecidos ao que quebrou no voo da Southwest Airlines.

jm/jm/dga/yow/ll/mvv