Ataques atrasarão o programa sírio de armas químicas por anos, afirma o Pentágono

Os ataques de mísseis realizados por Estados Unidos, França e Reino Unido contra posições na Síria atrasarão em "anos" o programa sírio de produção de armas químicas, afirmou neste sábado um alto oficial do Pentágono, o general Kenneth McKenzie.

De acordo com o general, as defesas antiaéreas da Rússia na Síria não foram utilizadas e os mísseis sírios de interceptação foram lançados quando os ataques dos três países ocidentais já haviam acabado.

ahg/ll/fp