Putin adverte Macron contra ações pouco reflexivas e perigosas na Síria

O presidente russo, Vladimir Putin, advertiu nesta sexta-feira o colega francês, Emmanuel Macron, contra qualquer ação pouco reflexiva e perigosa na Síria, o que poderia ter "consequências imprevisíveis", após as ameaças de resposta militar de países ocidentais a um suposto ataque químico.

"É essencial evitar qualquer ação irrefletida e perigosa que seria uma violação flagrante da Carta das Nações Unidas e que teria consequências imprevisíveis", afirmou o Kremlin em um comunicado depois de uma conversa telefônica entre os dois presidentes.

pop/gmo/lpt/gh/pb/fp