Grã-Bretanha afirma que Rússia espionou ex-coronel por 5 anos

O ex-coronel russo Serguei Skripal, alvo de um ataque com um agente nervoso ao lado de sua filha na Inglaterra, foi espionado pelo serviço secreto russo durante cinco anos, afirma uma carta que Londres enviou ao secretário-geral da Otan.

"Temos informações que indicam o interesse do serviço de inteligência russo nos Skripal, que remonta pelo menos a 2013", escreveu o conselheiro nacional de Segurança da Grã-Bretanha, Mark Sedwill, na carta enviada a Jens Stolterberg.

al/pb/fp