Lula proclama inocência e acusa: Moro 'mentiu'

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acusou o juiz Sérgio Moro de mentir e reafirmou sua inocência, neste sábado (7), em seu primeiro discurso após a expedição do mandado de prisão contra ele por parte do magistrado.

"Moro mentiu", afirmou Lula, no fim da missa diante do Sindicato de Metalúrgicos em São Bernardo do Campo, onde o ex-presidente (2003-2010) permanece há dois dias.

js/ml/tt