Detido no Vaticano padre suspeito de consultar pornografia infantil

O Vaticano anunciou neste sábado (7) a detenção, em seu território, do monsenhor Carlo Alberto Capella, que atuou como assessor da embaixada da Santa Sé em Washington, suspeito de ter consultado imagens de pornografia infantil.

O religioso, que até o ano passado trabalhou na nunciatura (embaixada) da capital americana, foi convocado em setembro passado pelo Vaticano, que anunciou uma investigação sobre o caso.

ob/jz/pa/tt