Estado de saúde do ex-espião Sergei Skripal melhora, afirmam médicos

Médicos britânicos afirmaram nesta sexta-feira, 6, que o ex-espião Sergei Skripal, de 66 anos, não está mais em estado crítico. Ele foi envenenado com um agente neurotóxico há um mês e está internado no Hospital do Distrito de Salisbury desde então. A diretora-médica do hospital, Christine Blanshard, afirmou que Skripal "está respondendo bem ao tratamento, melhorando rapidamente e não está mais em estado crítico".

O ex-espião russo e sua filha Yulia, de 33 anos, foram encontrados desacordados em no banco de um parque no dia 4 de março. As autoridades britânicas afirmam que os dois foram expostos a um agente neurotóxico de grau militar e acusaram a Rússia pelo envenenamento. Yulia já está consciente e tem a saúde estável. O governo russo negou a responsabilidade pelo caso.