'Foi erro meu', diz Zuckerberg sobre violação de dados

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, pediu desculpas novamente pelo uso indevido de dados dos usuários da rede social.

"Foi um grande erro. É um erro meu", disse ele em uma teleconferência com jornalistas, da qual a ANSA participou.

O fundador da rede social também afirmou que não basta que o "Facebook acredite nos desenvolvedores de aplicativos quando eles dizem que respeitam as normas".

No entanto, Zuckerberg apontou que garantirá que tais regras sejam cumpridas.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais