Rússia diz que expulsará o mesmo número de diplomatas dos EUA e de outras nações

O ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse que Moscou irá expulsar o mesmo número de diplomatas das nações que anunciaram a mesma medida anteriormente. Países como Reino Unido, Estados Unidos, Canadá, Austrália e alguns Estados-membros da União Europeia expulsaram diplomatas russos devido ao envenenamento de um ex-espião russo em solo britânico.

Lavrov afirmou que o embaixador americano na Rússia, Jon Huntsman, foi convocado a comparecer no Ministério de Relações Exteriores nesta quinta-feira, onde foi avisado que a Rússia responderia à decisão dos EUA de exigir a saída de 60 diplomatas russos de territórios americanos. Lavrov afirmou que Moscou também irá retaliar a decisão dos EUA de fechar o consulado russo em Seattle, fechando o consulado dos EUA em São Petersburgo.

De acordo com o ministro da Rússia, a mesma abordagem será aplicada a outras nações que expulsaram diplomatas russos nesta semana. Duas dúzias de países, incluindo nações da UE e a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), ordenaram a saída de mais de 150 diplomatas russos nesta semana, em demonstração de solidariedade ao Reino Unido. Fonte: Associated Press.