Ex-presidente catalão preso diz que continuará seu combate

O ex-presidente separatista catalão Carles Puigdemont, atualmente preso na Alemanha, não desanimará e continuará defendendo seus ideais, afirmou nestas terça-feira um de seus advogados, Jaume Alonso-Cuevillas, depois de visitar seu cliente na prisão de Neumünster.

"Puigdemont expressou uma grande confiança na justiça europeia e na alemã, que decidirá se o entrada à Espanha", afirmou ainda.

A Espanha quer que líder separatista volte para responder pelo delito de rebelião em função da fracassada proclamação de independência da Catalunha, em outubro passado.

"O estado dele é excelente", enfatizou o advogado, insistiu em destacar "sua força, determinação e coragem".

"Puigdemont faz um apelo à unidade de toda a soberania e insiste que não desanimará e continuará defendo seus ideais, apesar de todas as adversidade que está  vivendo neste momento", concluiu.