Grupo pró-Erdogan compra meios de comunicação da oposição

Negociação colocará nas mãos do governo o 'poder da mídia'

Um grupo de empresários apoiadores do presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, adquiriu nesta quarta-feira (21), do "dono da mídia" Aydin Dogan, alguns dos principais meios de comunicação da oposição turca, informou a imprensa local.

Caso a informação seja confirmada oficialmente, a negociação de US$1,25 bilhões irá entregar nas mãos do grupo pró-governo o "poder da mídia". Entre os veículos envolvidos na venda estão os jornais Hurriyet e Posta, dois dos mais vendidos no país, o esportivo Fanatik, além dos canais de televisão CNN Turk e Kanal D.

Segundo a imprensa, a liderança dos empresários seria a holding de Yildirim Demiroren , ex-proprietário do clube de futebol Besiktas e atual presidente da Federação Turca de Futebol, que em 2011 já havia assumido o controle dos jornais de oposição Milliyet e Vatan e mudado suas linhas editoriais.

De acordo com o site independente T24, o acordo foi confirmado pelo gerente do grupo de compra e deve ser oficializado ainda nesta noite.

A notícia fez as ações da companhia de Dogan subirem 17% na Bolsa de Valores de Istambul, enquanto que as do grupo editorial Hurriyet Gazetecilik bateu 19%.