Guarda Civil revista sede do governo catalão em Barcelona

A Guarda Civil realizava nesta quinta-feira (15) uma operação de busca e apreensão na sede do governo regional catalão, no centro de Barcelona, por ordem de um juiz que investiga a organização do referendo ilegal de autodeterminação.

"Iniciamos uma operação que é parte do processo ordenado pelo juiz do 13º tribunal de Barcelona", explicou um porta-voz da Guarda Civil na capital catalã.

Ele informou que dois locais estão sendo revistados: a sede da associação separatista Òmnium Cultural, também em Barcelona; ??e "um escritório de divulgação e atenção ao cidadão da Generalitat", o governo regional catalão.

Uma porta-voz do Tribunal Superior de Justiça acrescentou que há um terceiro mandado para uma residência. De acordo com o jornal La Vanguardia, de Barcelona, ??seria a casa do oficial Antoni Molons, secretário de Difusão e Atenção Cidadã do governo catalão.

Ambas as fontes não conseguiram confirmar a finalidade das buscas, mas, de acordo com vários meios de comunicação espanhóis, a Justiça estaria procurando documentos sobre os custos do referendo de 1º de outubro, organizado pelo governo catalão de Carles Puigdemont.