Congresso peruano aceita debater moção Kuczynski por caso Odebrecht

O Congresso do Peru aceitou nesta quinta-feira discutir uma moção de destituição do presidente Pedro Pablo Kuczynski por "incapacidade moral" em função de ter mentido sobre sua ligação com a empreiteira Odebrecht.

"Em consequência, foi admitida a moção de vacância presidencial", declarou o presidente do Congresso, Luis Galarreta, ao conseguir 87 votos a favor, muito mais que os 51 votos necessários. 

O Congresso deverá fixar a data para que a moção seja discutida e votada.