Exército sírio entra em cidade-chave de Ghuta Oriental

O Exército sírio conseguiu entrar na noite desta quarta-feira em Hammuriyeh, uma cidade-chave do reduto rebelde sitiado de Ghuta Oriental, submetido a intensos bombardeios, anunciou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

"As forças do regime atacaram Hammuriyeh e conseguiram tomar o controle parcial" desta cidade, localizada no sul do enclave rebelde, a leste de Damasco, indicou o OSDH.

Apoiadas pela Rússia, as forças do regime lançaram em 18 de fevereiro uma vasta operação contra Ghuta Oriental, o último bastião rebelde próximo à Damasco.

A ofensiva dividiu o enclave em três setores, cada um controlado por grupo rebelde diferente.

A zona em torno de Hammuriyeh está sob o controle do Faylaq al-Rahman, submetido a intenso bombardeio das forças do regime nos últimos dias, segundo o correspondente da AFP.

Um médico da região declarou que as equipes de socorro não estão atendendo às vítimas devido ao intenso bombardeio das forças do regime. 

"Os feridos estão nas estradas. Não podemos nos deslocar. Os aviões de ataque atiram em tudo o que se move", disse Ismail al-Khateeb.

Ao menos 1.220 civis já morreram em Ghuta Oriental desde 18 de fevereiro, segundo o último levantamento.