Trump diz que tarifas serão retiradas se um novo acordo do Nafta for assinado

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta segunda-feira em sua conta no Twitter que uma reforma do Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta, na sigla em inglês) é necessária. Segundo ele, apenas mudanças no acordo permitirão a retirada de tarifas sobre as importações americanas de aço e alumínio.

"Nós temos grandes déficits comerciais com México e Canadá. O Nafta, que está em renegociação neste momento, tem sido um acordo ruim para os EUA", escreveu o presidente americano. 

>> Mundo se arma para guerra comercial em resposta às barreiras de Trump

>> Trump minimiza risco de guerra comercial, mas diz que é fácil ganhar

>> OMC vê risco de escalada protecionista

>> 'Exportação brasileira sofrerá efeito grande', diz ex-secretário de Comércio Exterior sobre EUA

"Grande realocação de companhias e empregos. Tarifas sobre o aço e o alumínio só serão retiradas se um novo e justo acordo do Nafta for assinado", argumentou. O Nafta tem sido renegociado nos últimos dias entre os três países na Cidade do México.

Segundo Trump, o Canadá precisa tratar os fazendeiros americanos "muito melhor" e o país seria "altamente restritivo". "O México precisa fazer muito mais para barrar as drogas que entram nos EUA", reclamou. "Eles não têm feito o que é preciso. Milhões de pessoas viciadas e morrendo."

Trump anunciou na semana passada que pretende impor tarifas às importações de aço e alumínio, com o argumento da proteção à segurança nacional. Segundo o governo americano, os detalhes das medidas devem ser anunciados nesta semana e o presidente pode assinar um decreto para que elas entrem em vigor ainda durante a semana atual.

Fonte: Estadão Conteúdo