Vídeo de opositor preso na Venezuela é divulgado após dúvidas sobre paradeiro

Um breve vídeo do deputado preso Gilber Caro foi divulgado neste domingo (4) pela imprensa local, após seus aliados exigirem que o governo venezuelano revelasse o paradeiro dele, depois de vários dias sem notícias. 

O jornal Últimas Notícias publicou um vídeo de 17 segundos de Caro com um prato de comida. "Hoje é 4 de março de 2018 (...) e estou recebendo o almoço", diz o deputado do Voluntad Popular, sem indicar onde está.

Líderes da formação - dirigida pelo opositor em prisão domiciliar Leopoldo López - e parentes tinham pedido "uma prova de vida". 

"Não sabemos nada (...), está há mais de 48 horas desaparecido", denunciou no Twitter neste domingo o partido Voluntad Popular.

Segundo o Últimas Notícias e outros veículos de comunicação, o legislador foi transferido na madrugada de sexta-feira para uma prisão em Fénix (estado de Lara, oeste) da prisão de Tocuyito (estado de Carabobo, norte) devido a um suposto plano de fuga. Nenhuma autoridade se referiu ao caso.

O deputado foi preso em 11 de janeiro de 2017 por agentes de inteligência, acusado de planejar "ações terroristas" contra o governo. Sua defesa garante que ele sofre de problemas de saúde. 

"É urgente que se informe para onde foi transferido", pediu neste sábado no Twitter o secretário-geral da Organização de Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, duro crítico de Maduro.