Quase seis mil estão desaparecidos no Iraque após derrota do EI

Testemunhas relatam desaparecimento em massa em cidades

Cerca de seis mil pessoas, especialmente jovens meninos, estão desaparecidas em diversas cidades do Iraque após a retomada das localidades pelo governo de Bagdá, informam fontes da segurança local à mídia neste domingo (31).

Só em Mosul, onde o grupo Estado Islâmico (EI) foi derrotado há cerca de seis meses, há relatos de três mil desaparecidos. Na província de Ambar, onde o EI perdeu os territórios de Ramadi e Fallujah, há cerca de 2,9 mil pessoas desaparecidas.

De acordo com um dos parlamentares da província de Anbar, Mohammed Karbouli, acredita-se que grande parte já esteja morta, tendo os homens sido assassinados pelo Isis, ou presos por forças do governo por suposta associação ao grupo terrorista.

Ele ainda aponta que a burocracia e a falta de interesse das autoridades de ajudar as famílias que retornaram para suas casas são dois dos fatores que tornam a busca dos pais quase inúteis.