Putin assina ratificação do acordo com Síria para expansão da base nava russal em Tartus

A aprovação do presidente é o último passo da implementação do acordo russo-sírio, assinado em 18 de janeiro, sobre a expansão da base naval russa de Tartus, na Síria.

O presidente russo, Vladimir Putin, assinou nesta sexta-feira (29) o acordo sobre a expansão da instalação naval russa na cidade portuária síria de Tartus.

De acordo com o documento, a Rússia pode implantar, simultaneamente, até 11 navios de guerra, incluindo navios de combate de energia nuclear, na base naval de Tartus. A Rússia realizará a proteção marítima e aérea da base, enquanto a Síria será responsável pela segurança na terra. A Rússia também poderá implantar postos móveis temporários além da base, caso sejam coordenados com o lado sírio.

O documento assinado pela Rússia e a Síria destaca que o acordo é de natureza defensiva e não é dirigido contra outros países.

Moscou tem mantido a sua base naval em Tartus desde a década de 1970, quando começou a usar a instalação para manutenção da frota soviética no Mediterrâneo.

>> Sputnik