Rei da Espanha pede fim do separatismo na Catalunha

Monarca dedicou discurso de Natal à crise na região

Em seu tradicional discurso de véspera de Natal, o rei da Espanha, Felipe VI, pediu neste domingo (24) para o novo Parlamento da Catalunha abandonar o caminho do separatismo.

Falando em rede nacional de rádio e televisão, o monarca alertou que a "estrada a seguir não pode levar novamente ao confronto ou à exclusão, que, como já sabemos, gera discórdia, incerteza e angústia".

Felipe VI ainda acrescentou que os líderes da comunidade autônoma devem pensar "nos problemas de todos os catalães", respeitando sua "diversidade". Nas eleições regionais de 19 de dezembro, partidos pró-independência conquistaram a maioria dos assentos no Parlamento regional e devem formar um novo governo separatista.

Em meio à crise institucional aberta em outubro passado pelo plebiscito de secessão na Catalunha, o rei já fizera um raro pronunciamento televisivo, usando um tom duro para condenar os então líderes da região, a quem acusa de agir à margem da lei. (ANSA)