Israel diz que preveniu 400 atentados terroristas em 2017

As forças de segurança de Israel preveniram em um ano 400 ataques terroristas, inluindo 13 atentados suicidas. A informação foi divulgada pelo chefe da Agência de Segurança do país, Nadav Argaman.

"É necessário observar que o número de atentados no último ano diminuiu em relação ao ano anterior, enquanto o número de ataque prevenidos aumentou. Este ano nós prevenimos 400 ataques, incluindo 13 atentados suicidas", disse Argaman em reunião do Comitê de Relações Exteriores e Defesa do parlamento.  

Argaman observou que o número de ataques dos chamados lobos solitários também diminuiu este ano, passando de 108 ataques para 54.

Ele acrescentou que a situação de segurança manteve-se bastante complicada no país, em particular na Faixa de Gaza e na Cisjordânia.

De acordo com o comunicado, a atividade terrorista cresceu em Israel no mês de novembro. Cerca de 84 ataques foram perpetrados em Israel em novembro, com crescimento de 16%, em comparação com outubro.

Sputnik