Carregando mil cigarros de maconha, homem confunde carro de polícia com táxi e é preso

Com pressa de chegar em casa, um homem da capital dinamarquesa, Copenhague, que carregava uma grande quantidade de maconha, entrou no que pensava ser um táxi, mas que na verdade era um carro de polícia estacionado.

O fato inusitado aconteceu na noite da quarta-feira (20) no distrito de Christiania, na capital da Dinamarca. Segundo o site de notícias dinamarquês The Local, o traficante entrou no carro sem desconfiar que se tratava de um carro de polícia.

"Ontem à noite, um traficante de maconha da região de Christiania queria chegar em casa ráido, então entrou em um táxi. Foi uma grande surpresa quando ele percebeu que tinha entrado em um carro de polícia", escreveu a polícia de Copenhague em no Twitter, acrescentando que "os policiais ficaram felizes em vê-lo, já que ele carregava cerca de 1.000 cigarros de maconha".

?Mais tarde a polícia informou que o traficante foi preso, corrigindo uma informação anterior de que ele apenas havia sido multado. 

"Correção: A posse de 1.000 cigarros de maconha não dá multas, mas cadeia", escreveu a polícia em um segundo tweet.

O distrito de Christiania, em Copenhague, antiga base do exército, teria sido ocupada em 1971 por hippies, que desde então o transformaram a região em uma espécie de área "autônoma". Devido ao grande comércio de drogas em Christiania, a área costuma ter uma grande presença policial. Na quinta-feira (21), a rua Pusher, principal via da área, teve todos as suas barracas demolidas em uma incursão da polícia, de acordo com um relatório do jornal dinamarquês Berlingske.

>> Sputnik