Na Geórgia, Aloysio Nunes busca ampliar acordos comerciais

Chanceler brasileiro recebeu honraria do presidente georgiano

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes, recebeu nesta quinta-feira (16) a Ordem de Honra concedida pelo presidente da Geórgia, Giorgi Margvelashvili, durante viagem pela região do Cáucaso.

Nunes foi homenageado por "sua especial atenção à Geórgia, pelo apoio à soberania e integridade territoriais, e pela contribuição ao desenvolvimento das relações bilaterais".

"Queremos agradecer em particular o ministro de Relações Exteriores do Brasil seu apoio à Geórgia no processo de não-reconhecimento dos territórios ocupados (Abecásia e Ossétia do Sul) no cenário internacional", afirmou Margvelashvili.

O chefe de Estado georgiano ainda insistiu que "este não é só um problema da Geórgia", já que "é a condição para a estabilidade global e relações internacionais civilizadas".

Nesta quinta-feira, Nunes também se encontrou com o primeiro-ministro Giorgi Kvirikashvili. Brasil e Geórgia assinaram um acordo para a promoção da cooperação entre ambos os países em relação ao turismo. Entre os objetivos da viagem de Nunes estão a discussão comum das agendas bilateral, regional e global. Além disso, o chanceler brasileiro busca ampliar o relacionamento econômico-comercial e dar sequência a acordos em áreas tributárias e defesa. Esta é a primeira visita oficial de um chanceler brasileiro ao país. As duas nações estabeleceram relações diplomáticas em 1993. No entanto, apenas em 2011 a Embaixada do Brasil foi aberta em Tbilisi.

Ontem (15), Nunes também realizou a primeira visita ao Azerbaijão. Em Baku, o ministro foi recebido pelo presidente do Azerbaijão, Ilham Aliyev; pelo ministro da Economia, Shahin Mustafayev; e pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Elmar Mammadyarov. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais