Kiev diz que não permitirá que Rússia participe da missão da ONU em Donbass

Ucrânia exclui qualquer possibilidade de participação da Federação da Rússia na missão de paz realizada pela ONU em Donbass.

"Nosso critério principal é a futura missão de manutenção de paz da ONU (com mandato para sua atividade), que deve ser efetuada em todo o território temporariamente ocupado. Nossas exigências principais são as seguintes: garantir controle internacional estabelecido sobre parte da fronteira russo-ucraniana que passa na zona de conflito, retirar todos os grupos armados ilegais do território da Ucrânia e o estabelecimento do controle por parte da missão da ONU sobre condições de armazenagem de armamento pesado", declarou o ministro da Defesa da Ucrânia, Stepan Poltorak, em seu Facebook.

Além disso, ele também escreveu que "excluímos [da Ucrânia] qualquer possibilidade de participação da Rússia em missão futura", adicionando que acredita que a "missão em Donbass seja possível se for apoiada somente por nossos amigos internacionais".

Mais cedo, o presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, também declarou que Kiev está pronta para discutir na ONU, uma possibilidade de deslocamento da sua missão em todo o território de Donbass, mas sem participação da Rússia.

Enquanto isso, o chefe do Comitê de Defesa e Segurança do Conselho da Federação da Rússia, Viktor Bondarev, afirmou que este número de forças de paz no leste da Ucrânia, criaria uma ameaça direta à região de Donbass e aumentaria as tensões na região.

> Sputnik

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais