'The New York Times': Rússia usa petróleo para fazer política externa

Artigo no jornal norte-americano alerta para desafio aos interesses dos EUA

A Rússia aumenta continuamente o uso do petróleo como ferramenta geopolítica, "espalhando sua influência pelo mundo e desafiando os interesses dos Estados Unidos", diz artigo assinado por Clifford Krauss na edição impressa do The New York Times desta segunda-feira (30). 

"Mas Moscou se arrisca a arrumar problemas, enquanto empresta dinheiro e firma acordos com economias turbulentas e cenários políticos instáveis", defende Krauss.

"A estratégia enfrenta um teste crucial nesta semana na Venezuela, uma aliada da Rússia que deve alcançar US$ 1 bilhão para evitar a inadimplência de suas dívidas", continua. Krauss destaca que a Rússia já teria feito empréstimos e acordos centrados no mercado de petróleo da Venezuela.  

"Em troca, Moscou está obtendo uma vantagem estratégica no quintal de Washington", alerta o articulista do jornal norte-americano. 

>> Russia Uses Its Oil Giant, Rosneft, as a Foreign Policy Tool