Radicais da unidade neonazista ucraniana querem ajudar na união da Espanha

Os radicais do partido ucraniano Corpo Nacional que foi criado com base na unidade neonazista Azov, ofereceram apoio aos nacionalistas espanhóis, expressando sua prontidão de combater contra o separatismo no país europeu.

"Hoje em dia, populistas e apoiadores de uma Europa fraca estão dividindo a Espanha […] Expressamos nosso apoio aos irmãos espanhóis e estamos prontos para prestar ajuda caso haja necessidade", diz um comunicado do partido, publicado no Facebook.

O vídeo publicado na rede mostra dezenas de pessoas queimando sinalizadores com emblema do Batalhão Azov e inscrição "Espanha unida, grande e livre" no fundo.

Mais cedo, ex-combatentes que participaram da operação militar em Donbass expressaram seu apoio a Madri, anunciando a criação de um batalhão de voluntários para defender a integridade territorial da Espanha.

Na sexta-feira passada (27), o parlamento da Catalunha, referindo-se aos resultados do referendo de 1º de outubro, aprovou a declaração de independência da região. Em resposta, o premiê da Espanha, Mariano Rajoy, declarou a destituição do governo catalão, incluindo seu líder, Carlos Puigdemont e a convocação de eleições na Catalunha no dia 21 de outubro.

Sputnik