Obama visita catedral e se reúne com Renzi durante viagem à Itália

Ex-presidente teve encontro privado com o ex-premier italiano

O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama teve nesta segunda-feira (8) um encontro privado com o ex-primeiro-ministro da Itália Matteo Renzi em um hotel de Milão. O democrata está na capital da Lombardia para participar de uma conferência alimentar, mas abriu espaço na agenda para ver um dos que foram seus principais aliados no cenário internacional. 

Na reta final de seu mandato, Obama dedicou um evento de gala na Casa Branca a Renzi, que na época estava em campanha para o referendo constitucional de 4 de dezembro, no qual foi derrotado.    

O norte-americano e o italiano também participam nesta segunda de um jantar com empreendedores no Instituto de Estudos sobre Política Internacional (Ispi), ainda em Milão. Antes de se reunir com Renzi, Obama visitou a Pinacoteca Ambrosiana e o Domo da capital da Lombardia, considerado uma das maiores catedrais góticas do mundo.    

Às 14h (horário local) desta terça-feira (9), ele fará uma palestra na Seeds&Chips, conferência do setor alimentar que acontece em Rho. Os ingressos já estão esgotados. Além disso, o democrata deve receber as chaves da cidade de Milão das mãos do prefeito Giuseppe Sala.    

Obama chegou à Itália em um cortejo de 14 carros. Seus deslocamentos são acompanhados por um forte esquema de segurança, e a maior parte de seus compromissos permanece sob sigilo. Essa é a primeira viagem internacional do ex-presidente desde que ele deixou a Casa Branca, em 20 de janeiro.