Itália volta a fazer apelo por jornalista preso na Turquia

Gabriele Del Grande está preso desde a última semana no país

O ministro das Relações Exteriores da Itália, Angelino Alfano, voltou a pedir nesta quarta-feira (19) para o governo da Tuquia libertar o jornalista italiano Gabriele Del Grande, preso em Mugla desde a semana passada.

"Reforcei a nossa firme solicitação para a soltura imediata de Gabriele Del Grande durante um telefonema com o ministro Mevlut Cavusoglu", disse Alfano acrescentando que recebeu o "máximo compromisso" de Ancara para que "os procedimentos sejam encerrados o mais rápido possível".

No entanto, o presidente da Comissão para os Direitos Humanos do Parlamento, Luigi Manconi, informou que o "vice-cônsul italiano em Ancara e o advogado turco de Gabriele Del Grande foram ao presídio onde o jornalista está detido, mas as autoridades turcas os impediram de vê-lo".

O repórter e documentarista da Toscana foi preso após uma checagem na fronteira com a Síria. Nesta quarta-feira (18), durante um telefonema com seus familiares, Del Grande informou que não sabia o motivo da prisão e que todos os seus pertences haviam sido confiscados pelas autoridades turcas.

O jornalista já teve um de seus documentários, que tinha a temática da imigração ilegal, apresentado na 71ª edição da Mostra de Cinema de Veneza, na seção Horizontes.