Erdogan critica Ocidente após vitória em referendo da Turquia

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta segunda-feira (17) que sua vitória no referendo presidencial de domingo (16) ocorreu após ele precisar "combater as nações mais potentes do mundo", e ter sido "atacado" por elas com "mentalidade das Cruzadas".    

A fala ocorreu durante a chegada do mandatário ao aeroporto de Ancara, onde foi recebido por uma multidão. "Não nos rendemos e resistimos como uma nação."    

"Ontem, foi lançado um sinal para março de 2019 [quando ocorrem as eleições legislativas] e novembro de 2019 [eleições presidenciais]. Mas, as vitórias não vão nos entorpecer", disse o presidente ressaltando que estudou "a noite toda" como foram os votos por região.    

As áreas de predomínio curdo, por exemplo, registraram uma grande votação pelo "não".