Rússia liberta líder opositor detido durante manifestação

Alexey Navalny passou quinze dias na prisão em Moscou

O blogueiro e líder da oposição russa Alexei Navalny foi solto nesta segunda-feira (10), após passar 15 dias preso por convocar e realizar um protesto em Moscou contra o governo. A manifestação de 26 de março criticava a corrupção no governo do presidente Vladimir Putin e do primeiro-ministro Dmitri Medvedev, e foi considerada ilegal por não ter recebido autorização prévia para ocorrer. 

Além de Navalny, dezenas de outras pessoas também foram detidas administrativamente por até 15 dias. 

As prisões geraram críticas internacionais e fizeram a União Europeia e os Estados Unidos pedirem que o governo russo libertasse os opositores, mas Moscou manteve a posição.