Malásia prende suspeita do assassinato de Kim Jong-nam

A Polícia da Malásia prendeu uma mulher vietnamita suspeita de envolvimento no assassinato de Kim Jong-nam, meio-irmão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

A informação é do jornal chinês "Oriental Daily", que diz que a mulher tem entre 20 e 30 anos e foi identificada graças a câmeras de segurança do aeroporto de Kuala Lumpur, onde ocorreu o crime. As forças de segurança malaias também estão atrás de mais cinco suspeitos, sendo quatro homens e uma mulher.

De acordo com a imprensa japonesa, as duas supostas executoras do crime também já teriam sido mortas.