Governo sueco satiriza foto 'machista' de Trump

Vice-premier divulgou imagem de mulheres de seu gabinete

Uma foto publicada no Twitter pela vice-primeira-ministra da Suécia, Isabella Lövin, causou polêmica nas redes sociais do mundo todo nesta sexta-feira, 3 .

Isso porque a imagem, que mostra Lövin assinando uma proposta ambiental rodeada apenas por mulheres, foi vista como uma "alfinetada" àquela publicada pela Casa Branca no dia 23 de janeiro, na qual o presidente dos Estados Unidos , Donald Trump, assinava uma ordem executiva, rodeado apenas por homens, que proibia o uso de dinheiro do governo norte-americano para financiar grupos que assessorem o aborto no exterior.

Na legenda, Lövin explicou: "acabo de assinar o encaminhamento da lei sueca do clima, obrigando todos os governos futuros a zerar as emissões [de gases de efeito estufa] até 2045. Por um futuro melhor e mais seguro". A Suécia é um dos países que conta com a maior presença feminina na vida política. No Parlamento , a participação das mulheres é de 45%. Além disso, é uma das pioneiras nos direitos das mulheres. Já Trump tem um histórico de declarações polêmicas contra mulheres. Uma delas até chegou a afetar sua campanha eleitoral à Casa Branca, quando um vídeo vazou com comentários obscenos do republicano. (ANSA)