Após Brexit, cai número de inscritos em universidades da GB

Aumento das mensalidades é um dos motivos que causou a queda

O número de estudantes inscritos em universidades conceituadas do Reino Unido teve queda de 5% depois do início do Brexit, a saída do país da União Europeia.

    A informação foi divulgada nesta quinta-feira (2), após o término do prazo fixado para as matrículas para os cursos iniciados no outono europeu de 2017. Os fatores que contribuíram para esse resultado foram o aumento das mensalidades e a redução de 7% nos ingressantes de países da União Europeia, inclusive da Itália, que estão mais contidos devido às incertezas do Brexit.

    Além disso, houve uma grande queda nas escolas de enfermagem britânicas, setor essencial para o sistema de saúde do Reino Unido - foram matriculados cerca de 23% de estudantes a menos.