Novo tremor atinge Amatrice e causa queda de parte de igreja

Igreja de Sant'Agostino foi erguida em 1428

A cidade de Amatrice, devastada por um terremoto em 24 de agosto, foi novamente afetada por um tremor neste domingo (29).    

Segundo o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV), o sismo foi de 3,8 graus na escala Richter, com epicentro a um quilômetro do centro da cidade e com profundidade de seis quilômetros.    

O novo terremoto causou a queda da parede do lado direito da igreja de Sant'Agostino, erguida em 1428, e que vem sendo destruída desde agosto do ano passado. No primeiro sismo, todo o telhado veio abaixo. Já no dia 17 de janeiro, um novo tremor derrubou o campanário da igreja ao chão.    

Agora, de acordo com imagens divulgadas pelos bombeiros, apenas a parte frontal, uma porta nos fundos e a parede da esquerda permanecem em pé.    

Durante o Angelus deste domingo, o papa Francisco voltou a se manifestar sobre os atingidos pelos constantes terremotos na região central da Itália e disse estar "próximo" a essas populações.    

"Não falte a esses nossos irmãos e irmãs o constante apoio das instituições e da solidariedade das pessoas. E, por favor, que qualquer tipo de burocracia não os faça esperar e sofrer ainda mais", disse o Pontífice.    

De acordo com dados do INGV, a Itália já foi atingida por mais de 47 mil terremotos desde agosto de 2016.