EUA atacam Iêmen e matam soldado norte-americano e 16 civis

14 membros da al-Qaeda morreram em 1º ataque de Trump

No primeiro ataque aéreo no Iêmen ordenado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, um soldado norte-americano e, ao menos, 16 civis morreram, informa a mídia internacional. Na ação, 14 supostos membros da al-Qaeda também foram mortos.    

Segundo organizações humanitárias, os mortos civis são oito mulheres e oito crianças em ataques que atingiram um escola, uma mesquita e organizações sanitárias. Entre os soldados norte-americanos, há ainda três feridos.    

De acordo com iêmenitas, o ataque durou 45 minutos e atingiu uma área onde três líderes da al-Qaeda no país deveria estar. A ação teve como objetivo a família Dhahab, considerada uma das maiores apoiadores do grupo terrorista no local.