Netanyahu e Trump discutirão assentamentos israelenses e acordo com Irã

A conversa telefônica entre os líderes dos EUA e de Israel acontece no momento em que autoridades israelenses aprovam a expansão dos assentamentos em Jerusalém oriental; Decisão contraria medida do Conselho de Segurança da ONU.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, deve ter uma conversa hoje com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A conversa acontece no momento em que, a contragosto do Conselho de Segurança da ONU, autoridades israelenses autorizaram a construção de novos assentamentos em Jerusalém oriental.

Netanyahu pretende também discutir a questão palestina, o conflito na vizinha Síria e o acordo nuclear com o Irã, alcançado pelos EUA e por outras seis nações em 2015 depois de uma longa negociação, mas fortemente questionado por Israel.

Embora os Estados Unidos tenham se abstido de apoiar Netanyahu na questão dos assentamentos durante votação no Conselho de Segurança no ano passado, Trump já indicou que concorda com a política israelense.

O novo presidente também se comprometeu a transferir a Embaixada dos EUA para Jerusalém, reconhecendo diplomaticamente a cidade como capital de Israel (o território também é disputado pela Palestina).

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais