Com até -31ºC, 100 mil estão sem energia elétrica na Itália

Onda de mau tempo é a segunda em menos de um mês

A Itália volta a enfrentar uma onda de frio intenso nesta semana, com muita neve na região norte e em áreas do centro-sul do país. O recorde das baixas temperaturas foi marcado na localidade de Dolina Campoluzzo, no Altopiano di Asiago, no norte do país, onde os termômetros marcaram -31,8ºC.

As temperaturas também despencaram e chegaram a atingir -21,2ºC na região de Trentino Alto-Ádige na madrugada desta segunda-feira (16), batendo recorde de frio dos últimos sete anos. Por causa disso, mais de 100 mil moradores locais ficaram sem energia elétrica, já que a rede de fios e postes não aguentou o excesso de neve e chuva que atinge a região.

Já nas áreas que sofreram com os terremotos do ano passado, na região central do território italiano, também estão em alerta. O temor é que o excesso de neve que cai na região possa voltar a provocar queda de residências e prédios públicos já muito danificados com o sismo.

Os meteorologistas apontam que essa nova onda de frio, a segunda em menos de um mês, deve durar até a próxima semana.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais